O que você precisa saber para produzir vídeos online

Entenda por que utilizar os vídeos para sua estratégia de marketing e como produzir do zero com dicas de roteiro, editores e quais tipos de vídeos explorar!

O que você precisa saber para produzir vídeos online

Entenda por que utilizar os vídeos para sua estratégia de marketing e como produzir do zero com dicas de roteiro, editores e quais tipos de vídeos explorar!

Você sabia que os vídeos online têm sido a maior fonte de consumo de conteúdo? É o que diz a pesquisa realizada pela empresa Wyzowl, que aponta que 81% das empresas já trabalham com esse formato.

Se você faz parte dos outros 19%, está na hora de começar a pensar em formas de pulverizar seu conteúdo, pois não há um nicho que não possa ser transformado em vídeo online ou webinar. Além de alto índice de ROI, os vídeos aproximam seus consumidores e ajudam a consolidar a sua marca através do posicionamento a aumentar sua relevância.

Transformar seu conteúdo em vídeo, possibilita também, a fácil compreensão sobre um determinado produto ou serviço que sua empresa oferece, favorecendo o tempo de permanência do visitante na sua página, o que consequentemente, ajuda em seu SEO.

Agora, se você tem certo receio por achar que os vídeos são caros e a edição é complicada, nós vamos te mostrar que não. Com a crescente de aplicativos como TikTok e Reels do Instagram, cresceu também o número de editores de vídeos para celulares, onde adolescentes e crianças já estão craques em edição. Logo, se é fácil para eles, será para você também, acredite!

Para ajudar na sua criatividade, vamos abordar os tipos de vídeos que você pode trabalhar. Acredite, não precisa ser só aquela coisa monótona e com engajamento passivo.

Resumindo: Vídeos são seus melhores amigos numa estratégia de marketing. Use e abuse de sua criatividade para produzi-los.

O que você vai encontrar neste artigo:

  • Equipamentos e Cenários
  • Escolha de Conteúdo
  • Como montar um Roteiro
  • Dicas de aplicativos para edição

Equipamentos e Cenários

  • Equipamentos

Um dos maiores “achismos” de quem quer começar a gravar vídeos são os equipamentos: “tem que ser caro!”, “tem que ser em 4K ultra full HD”, “tem que ser câmera profissional com cinco dígitos” “tem que fazer café…” ok, este último é mentira, mas seria muito bom também.

Nossa maior dica é: comece com o que você tem e saiba manusear. Um dos maiores bloqueios em fazer vídeos (além da timidez) é se apegar que equipamentos precisam ser profissionais. E para um bom vídeo temos três pilares: imagem, luz e som.

Se a câmera do seu celular é boa e atende sua expectativa quanto à qualidade da imagem, use esse recurso! Começar pelo básico passará mais segurança para que você consiga evoluir aos poucos em sua produção.

No link abaixo você confere dicas incríveis para gravação com seu celular:

10 dicas para gravar vídeos incríveis com o seu smartphone
Na grande maioria das vezes, o que faz um vídeo ser realmente bom são as pessoas por trás da câmera e não as ferramentas que elas têm. Pensando nisso, separamos algumas dicas simples que podem te ajudar a fazer vídeos melhores.

Caso já tenha alguma noção, talvez seja vantajoso investir em equipamentos conceituados. Para isso, atente-se à saída HDMI - hoje em dia, comum no mercado - para que possa conectar à televisão e ter visão de ângulo, qualidade, som, iluminação, entre outros.

Mencionamos que a luz é essencial para o vídeo, e aqui entra a ring light. Esse aqui independe da forma da gravação. Alguns modelos trazem três tipos de luz: a fria, a quente e a neutra, que podem se adequar à iluminação existente no cômodo onde será realizada a gravação.

Quando falamos de produção de vídeos, nós não podemos esquecer de dois itens que, quando esquecemos, nos dá uma dor de cabeça imensa. Portanto, carregue sempre na bolsa: carregador e cartão de memória extra. Eles são a garantia de que você não irá perder o conteúdo produzido!

E por último temos a captação de áudio. Essa etapa assegura o sucesso na qualidade da mensagem que você quer passar e garantir assertividade, você precisa de qualidade. Acredite, isso ajuda a manter sua audiência engajada, pois na menor falha, as pessoas tendem a fechar o navegador.

O microfone de lapela é o mais indicado para vídeos, pois além de ser discreto, possibilita mobilidade, minimiza sons externos que podem atrapalhar na gravação e possuem ótimo custo-benefício. Alguns modelos de marcas premium podem exigir placas de USB para funcionar, mas não é nada complexo manusear. Aqui na Eventials, ele é nosso queridinho!

  • Cenário

A escolha do cenário está ligada diretamente com o público que deseja impactar. Se é um vídeo descontraído, aposte em cenários mais coloridos, por exemplo. Tenha em mente que a função é reter olhares da audiência e saber sobre o assunto em segundos.

Alguns cuidados que nós indicamos: mesmo com decoração (que é importante), cuidado para não sobrecarregar. Muitos bonecos, vasos, plantas, e outros itens, podem confundir mais que esclarecer.

Na dúvida, aposte no neutro. Fundo de uma cor apenas, um vaso de flor e um quadro já fazem uma boa composição.

Como mencionamos acima, a escolha do cenário precisa ir de encontro com seu conteúdo. Mas, se você não sabe em qual formato investir, vamos para o próximo tópico para explicar.

Escolha de conteúdo

Vídeos podem abranger um leque de temas em diversos formatos. Entenda melhor e ache o formato ideal para sua estratégia de marketing com os exemplos abaixo:

  • Adaptando conteúdos escritos em vídeos

Trabalha com muito conteúdo escrito? Já é meio caminho andado para desenvolver seus vídeos.

Dê aquela repaginada para deixá-lo mais informal (caso seja necessário) e é só gravar. Caso você não queira aparecer, você pode fazer como captura de tela e gravar apenas a sua voz, trabalhar com animação, montando organogramas, entre outras opções.  

  • Vídeos de “Como fazer?”

Se você busca produzir vídeos que não exijam tanto em sua produção mas são extremamente eficientes, vídeos de “Como Fazer” é a aposta perfeita!

A edição desse tipo de vídeo costuma ser um pouco mais trabalhosa, mas é algo que não exige uma curva de aprendizado muito alta.

A maior vantagem é: quando falamos de vídeos nessa temática, englobamos em média, 70% das buscas por vídeos na internet. Se sua empresa vende um produto que precisa de manuseio, é um bom tema para usar!

  • Webinars

Considerado por muitos um formato “quadrado”, o webinar é uma ferramenta incrível para crescer seu engajamento. O que determinará seu webinar como algo dinâmico é a plataforma adequada. Busque plataformas que possuem chat, enquete, compartilhamento de tela, área de perguntas, acredite, isso faz a diferença. Aqui na Eventials você encontra todas essas ferramentas e o nosso Studio, nossa nova feature de múltiplos apresentadores. Se quiser conhecer mais, clica aqui!

  • Parceria com outros criadores de conteúdo ou influenciadores

Se juntar com pessoas relevantes para seu mercado é algo que beneficia ambos os lados e aumenta muito a autoridade da sua empresa em seu nicho de mercado.

Como a intenção dele é ser algo mais “rápido” a edição aqui é mínima (mas lembre-se do áudio e iluminação) e mais interativa. Você pode conseguir falar sobre dicas de um determinado uso de um produto que você vende, de um serviço que você oferece e pedir para que o convidado(a) mandar um recado para seu público. Isso ajuda a criar conexão e relevância para sua empresa ou marca.

  • Sessão tira-dúvidas

Quando se trabalha com marketing é comum encontrar outras pessoas que se interessem e queiram descobrir mais sobre seu produto, serviço ou pela sua empresa. Aqui está a sua deixa para criar conteúdo com as perguntas que você recebe da sua audiência e trabalhar a confiabilidade e autoridade do seu posicionamento de marketing.

  • Depoimentos de clientes

Essa temática de vídeo é 100% focada no reforço de autoridade.

Chame seus melhores e clientes e grave vídeos com depoimentos sobre diversos aspectos da sua empresa, como: atendimento, suporte, venda, qualidade, entre outros.

A intenção aqui é passar a confiança para que outras pessoas se sintam motivadas e seguras a fechar negócio com você também.

  • Lives

Com o cenário de pandemia, as lives ganharam, de forma definitiva, um espaço nas redes sociais.

A maior vantagem de uma live é a interação e engajamento do seu público. Plataformas como Instagram e Twitch chegam até a remunerar criadores de conteúdo que sejam relevantes para incentivar o formato.

Com o número ilimitado de audiência e algumas ferramentas disponíveis através das próprias redes sociais, você consegue extrair informações valiosas e feedbacks precisos.

Nem precisamos falar de edição, pois não há. Basta somente posicionar seu celular e arrumar a iluminação. Simples!

Importante falar que esses exemplos talvez sejam os mais populares, mas há muitos outros espalhados pela internet. Sempre que possível, fique de olho nas tendências de vídeos corporativos (o LinkedIn é uma ótima fonte para isso!) e anote suas ideias. Use sua criatividade ao seu favor!

E, para que qualquer vídeo possa acontecer, sempre haverão roteiros. Ele é a base de qualquer vídeo, de qualquer tema e tempo de duração. Abaixo, vamos ensinar como fazer um roteiro para suas produções.

Roteiro

Um bom roteiro é essencial para uma pré-produção. Podemos ter todas as ideias em mente, mas o fato é que, quando liga a câmera, é comum ter aquele famoso “branco” e é aqui que o roteiro te ajuda. Hoje, você conta até com teleprompter para celular para dar aquela força com falas.

Digamos que ele será a sua bússola pelo caminho dos vídeos e seu melhor amigo para fazer o vídeo entregar a mensagem que você quer passar.

O primeiro passo para um roteiro bem estruturado é se fazer as perguntas “para que?”, “para quem?”, “onde” e “como”. O seu planejamento de roteiro inicia com essas respostas e a partir daí que as ideias mais elaboradas dos vídeos aparecerão.

De forma simplificada, o seu roteiro pode conter: uma breve descrição das cenas e o que vai acontecer, as falas e sons que aparecerão, sinalização para edição, descrição do cenário, posicionamento das câmeras e inserção de trilhas sonoras.

Caso você mesmo grave de forma independente, pode contar com o roteiro escrito, que se assimila como uma redação e ajuda a reforçar a mensagem que quer passar.

Lembre-se que o tom da mensagem deve ir de encontro com o manual de persona e tom de voz da sua empresa. Caso não tenha isso definido, não se preocupe. Busque um tom neutro sem usar gírias, regionalismo ou frases que não fazem parte do mundo do seu público-alvo.

Se atente também para a duração dos seus vídeos. Caso perceba um abandono grande após um certo tempo, tente adequar seu roteiro e otimizar esse tempo cumprindo o objetivo do vídeo.

E as duas coisas mais importantes: revise sempre o seu roteiro e não tenha medo de começar a escrever. Criar roteiros vêm muito da prática do dia-a-dia, assim como toda a etapa de criação de um vídeo. Portanto, comece com o que sabe e vá evoluindo no seu tempo.

Se quer se aprofundar no tema, indicamos o post do Henrique Carvalho, do Viver de Blog:

Como fazer um roteiro fácil e rápido para vídeos que engajam
Quer criar vídeos mais interessantes? Descubra como fazer um roteiro fácil e rápido para engajar ainda mais sua audiência.

Dicas de aplicativos para edição

Como em um vídeo, deixamos para final falar sobre a edição. Essa etapa é o que dará a cara que você realmente quer na sua comunicação com a audiência. Para editar não precisa ser um Adobe Premiere (considerado um dos melhores editores do mundo). Sabia que pelo celular você consegue realizar ajustes e deixar seu vídeo incrível? Confira a lista que fizemos dos softwares:

Um editor potente e gratuito, com recursos incríveis. É muito usado para TikTok e Reels e sua usabilidade é fácil. Basta alguns minutos para você entender as funcionalidades. Você consegue realizar o download ou postar diretamente nas plataformas da sua escolha.

É o mais indicado para iniciantes. Além de editar vídeos, edita fotos, captura telas e converte mídia. O software é gratuito, mas possui recursos pagos que complementam com funções bem legais que agregam na personalidade da sua edição.

Se busca um editor um pouco mais reforçado e já possui alguma noção, o Filmora é para você. Ele possui duas versões: o X e o Pro. O X é direcionado para profissionais que mexem diariamente com vídeos. Já o Pro é para quem quer fazer vídeos mais simples sem perder a qualidade. O software não é gratuito e funciona com assinatura.

Um software carregado de efeitos (são mais de 1000!) e funciona para quem nocção mínima de edição de vídeo. Sua edição possibilita controlar trechos com máscara para que não comprometa toda a gravação. Não é gratuito e o preço é um pouco mais alto que alguns outros softwares, mas o pagamento é único, sem assinaturas.

Pode parecer bem complicado aderir à uma estratégia de marketing de vídeo, mas é algo que, com a rotina, tende a ser algo bem rápido de realizar.

Acha que faltou algo neste post? Deixe seu comentário com as sugestões!